.comment-link {margin-left:.6em;}

quinta-feira, junho 30, 2005

Mudar de Casa # 3 ou Os Meus Vizinhos

Minhauuuuu rrrooommmm .... Adoro os meus vizinhos!
Sei que é folclórico maldizer a vizinhança, sobretudo quando se vive num condomínio, mas eu cá adoro os meus! rooom rrrooommm;) Vou ter muitas saudades deles, quando abandonar este apartamento em definitivo.
A pianista do andar de cima, nossa grande amiga, que nos ensina frases em russo e estuda e se desespera e alegra e come chocolates connosco. Diz sempre:"Que linda Gata!", prova que tem um gosto apurado. Minhauuu!
O senhor apaixonado pelas danças irlandesas com a sua leveza de bailarino e a sua voz poderosa, o seu bom humor contagiante e a paciência de bom vizinho. Não gosta muito de gatos, mas atura-me... ;)
Os nadadores. A simpatia extrema, a amizade que sabemos estar ali, a boa-vontade, a vida mais serena e alegre pela sua presença... Gostam de cães e estão perdoados.
Os imigrantes que falam pouco português e o seu gato - e que lindo gato, ahn?! É o meu namorado e estou felicíssima que tenha imigrado dessas gélidas paragens até aqui...
A sra que gosta de nós, de plantas, de pesca e de bichinhos. O rapaz talentoso que toca para ser um virtuoso e sabe tudo sobre Rach. O sério senhor do condomínio e a sua bonita família. A excêntrica que parte a janela e se irrita com os rapazes dos jornais. A rapariga que tem demasiado sangue quente e namora muitos porque "está na sua natureza".
Minhauuuu... Que saudades vou ter destes vizinhos!
Que saudades vou ter do meu habitat.

terça-feira, junho 28, 2005

As Perguntas dos Putos # 3

A sinceridade infantil é desconcertante... às vezes, é cruel, quando os putos se põem a chamar "banhas" ao colega mais gordinho; outras, envergonha os papás quando eles dizem muito alto no meio de um recital de poesia "isto nunca mais acaba! que soneira!"... outras, é simplesmente adorável, quando te dão uma flor no Dia dos Namorados porque te acham linda e querem casar contigo quando forem grandes.
De qualquer modo, os putos são muito sinceros... até aprenderem que mentir dá um jeitaço bestial! Eh eh eh! MINHAUUUUU ... Eu própria já aprendi que pôr o focinhito à banda e abrir os olhitos de inocência significa "não fui eu que matei esse passarito, deve ter sido o mauzão do gato do vizinho..."
A minha "dona" foi a um casamento. Houve lugar para o sentimento porque casou uma amiga de infância e mostraram um vídeo com imagens dos velhos tempos e tal, as meninas de bibe e agora as meninas casadinhas, ai as lágrimas, o papá da noiva a abraçar a minha "dona", "que me lembro de ti com 5 anos e esse homem trata-te bem?" ... Quem precisa de pais com amigos assim? Minhauuuuu ;)
Bom, mas os putos! No casamento estava uma menina, tão fofa e pequenita, fascinada com tudo. Vê a minha "dona" e exclama: "Ó mãe, olha uma menina chinesa e fala português!"
"Não é nada chinesa, filha, é como nós...", a mãe, aflitíssima, e amarela como o ovo dos bolos...
A minha "dona" explicou à criança que não é oriental mas que por um acaso genético tem os olhos demasiado rasgados.
"Pois, tens os olhos assim, para cima" - e a criança esticava-se toda! " e és pequenina e assim como as meninas do Circo Chinês! Não é mãe?"
"Um bocado, filha. Desculpe, mas ela gostou muito deste circo e realmente a menina tem uma fisiologia um pouco diferente...", dizia a mãe que queria tapar a boca da criança com bolo de noiva.
"Não tem importância, parece que devo ter tido uma trisavó qualquer... "
A mãe arrastou a menina para outra mesa. Mas antes de se ir embora, ela, muito sorrateira, ainda veio dizer baixinho: "Tens de ir a minha casa... E ensinar-me umas acrobacias, sim?"

sexta-feira, junho 24, 2005

Estranhos Momentos # 2


Foto: R. Doisneau "Picasso" Posted by Hello

Minhauuuu... Acho mesmo graça a esse (como lhe insistem em chamar vocês??) "jogo de sedução"! Seria muito mais simples um "'bora fazer bebés" ou (para quem não tem a mínima vontade de procriar e se arrepia todo com a ideia... HIC) um "tenho mesmo vontade de fazer amor contigo". Era mais simples, não era? Era. Mas ninguém diz coisas destas!

Ah!Já falei no truque dos cd's ? Certo e sabido que todos chegam lá... "Gostas de Piazolla ? Adoro Piazolla!" "Posso emprestar-te uns cd's dele, tenho a colecção completa..." " Até podíamos ouvi-los lá em casa." "Isso também era boa ideia! " Uma variante musical de "my place or yours" e seguramente mais delicado do que "ou é hoje ou nunca"...

Claro que também há os temperamentos profundamente filosóficos - FFFFFFFFFFFFF! Entrámos no rol das palavras proibidas! MINHAUUUU Todos sabem que o pior que se pode fazer é misturar sexo com filosofia, sob pena de pensarmos que fomos transportados para dentro de um film noir francês ou de entrarmos em nóia total:
" Acho que a sensualidade é um estado quase etéreo, e não galopante como nos tentam fazer crer. Tu, que achas?" dispara ele num momento intenso.
Completamente apanhada de surpresa, ela quase julga que caíu num buraco de uma pintura surreal: "AHN???"
( e, intimamente, pensa: "Não mais, mas NUNCA mais durmo com tipos que têm a mania que são cultos!")

Minhauuuuu, enfim... por mim, mantenho a minha ideia felino-doméstica. Tudo se despachava com a naturalidade de um "quando quiseres..." ;)

Mudar de Casa # 2

Minhauuu... Continuamos com estas agruras. Descansem que não vos vou falar desse episódio dantesco que foi a vinda do canalizador! FFFFFFF Para mim, um divertimento ver os ninhos de baratas e tal...A minha "dona" fez o seu ar de comandante de mão esquerda na anca e costas direitas e voz ainda mais calma e mais grave do que o habitual (ela já tem uma voz muito grave) e o senhor lá se desfez dos ninhos das ditas... MINHAUUUUU

Isto de mudar de cidade tem muito que se lhe diga. A minha "dona" descobriu agora que vai ter saudades do seu médico. Foi à consulta.
- Tem graça! Conheço-a há 12 anos... - diz ele, folheando a papelada.
- Pois é... - suspirou ela (que é uma mocinha bem pouco dada a suspiros...sobretudo agora, vai suspirar à conta de quê?)
- Mas acho que é boa ideia, porque não experimentar uma nova vida? - diz o médico, com o seu particular sorriso de miúdo matreiro numa cara de "papá", que imediatamente nos faz esquecer as doenças e que é a sua maior característica.

Não é com facilidade que se deixa um médico... Um homem que já nos viu, literalmente, por dentro e por fora, foi chamado a meio da noite porque estávamos cheias de sangue e amnésicas no hospital, já nos viu a tremer e a choramingar e não perdeu o respeito, já nos viu a rir como tontas, desabafou connosco quando se achou muito irritado, conhece a nossa família (os mortos e os adquiridos), os nossos medos e esperanças de que isto vá a melhor, insiste connosco e fez erros, ouve-nos com paciência e dá-nos sermões, pergunta-nos sobre a vida e viu-nos mudar como as plantas...

Interessa-se por nós.
-Mas veja lá se volta...
- Hei-de voltar!

(Eu escreveria um post sobre veterinários, MINHAUUUU, mas a minha "dona" gosta sempre muito mais deles do que eu! FFFFFFFFFF)

quarta-feira, junho 22, 2005

Galeria dos Gatos # 1 - Eça


"Circe" J.W.Waterhouse Posted by Hello

MINHAUUUU...... Vimos um documentário sobre a vida de Eça de Queirós, em que falava dele a sua filha Maria. Para além do extraordinário caso dos filhos de Eça NUNCA se terem dado conta do pai ser um famoso escritor, e só muitos anos após a sua morte se terem apercebido disso, ao ouvirem-no ser comparado a Théophile Gautier, chamou-nos a atenção este pequenino diálogo pai-filha, que Maria recordou da sua infância.

Ela estava muito aborrecida, não tinha ido à escola por doença, e desgostava-se em casa... Ao chegar do consulado, o pai pergunta-lhe:
- Então, Maria, que fizeste?
- Ora... macei-me!
- Maçaste-te?! Ó filha, nunca digas essa palavra! Há tanta, tanta coisa para a gente se divertir!
- Tanta coisa? ... ! Mas o quê??
- Olha, ... por exemplo... (e apontou-lhe a janela) Até o dançar das folhas!...

- Depois deste dia (diz a velhinha Maria de Queirós, no filme, a sorrir) nunca mais me macei! ...

AH! MINHAUUU... O amigo Eça bem podia ser Gato.... ;)

terça-feira, junho 21, 2005

E o prémio Realidade Incontornável vai para...

Este poema da Encandescente. Minhauuuuu! FFFFFFFFF

sábado, junho 18, 2005

Racista, eu??!! Até gosto de gatos pretos...

Fico sempre feliz por saber que moro num país onde ninguém é racista, nem supersticioso (ou seja, ninguém é tão ignorante que acredite em merdas sem sentido nem lógica... ). MINHAUUUU. Sim, vocês sabem que sou uma Gata Preta e se vivesse noutro lado, estava bem arranjada. Ai, graças a D-us que vivo em Portugal! FFFFFFF

Tenho ultimamente, lido uns posts, de pessoas muito preocupadas com isso do Arrastão. Ui, que grande desgraça... Que insegurança neste mundo em que vivemos. Felizmente, esses colegas de blogs descobriram a solução. Era mandar essa gente toda de volta para os seus países de origem. Cito: "se não estão bem em Portugal, que voltem para as suas terras!"

Com isto, libertava-se também muito da cidade de Paris, uma bela parte de França aliás, da Suiça, dos Eua, do Canadá, da Bermuda, da Alemanha dos portugueses que andam lá a fazer calo... voltem que nós estamos cá à vossa espera. Esta também é que é a vossa terra. Seguindo a mesma ordem de ideias...

No entanto, segundo as estatíticas (essa relevante ferramenta) muito poucos portugueses se dizem contra a imigração. Mais consideram que não são racistas. Ora, toda esta gente não deve nem ser empresário nem escrever opiniões. Primeiro, porque 2 em cada 3 empresários promovem a imigração ilegal e exploram os imigrantes; segundo, porque muitos acham agora que residem nos imigrantes as desgraças do país. Claro que é sempre confortável quando um barco afunda pôr as culpas no timoneiro em vez de culpar o Comandante...

Bom, também há aquelas pessoas que defendem os imigrantes! Alto lá! Sim, isto de ser xenófobo é coisa de plebeu. O verdadeiro gajo com classe (leia-se dinheiro) não pensa nisso. Adora ter uma empregada doméstica ucraniana que por acaso é médica de formação e anda a passar-lhe as camisas. Ou uma moldava que é enfermeira diplomada e lhe toma conta da maezinha doente, mas a quem pode pagar uma ninharia, e assim poupa imenso, porque isto "para quem é, não achas?" chega...

Além disso, o verdadeiro gajo com dinh... oppps, classe, adora passear a namorada brasileira, o exotismo da mulata, "vejam só o que eu trago aqui", até porque andava com uma dificuldade do caraças para engatar alguém e a rapariga está-lhe muito agradecida por uma vida sem sobressaltos, longe das favelas.

Há alguns dias atrás, um senhor dizia aos meus "donos" que era 100% português e orgulhava-se disso. Ficámos a pensar: o que é um tipo 100% português? Será um tipo que nunca saíu de cá nem nunca viveu/ estudou noutro lugar? Bom, então não somos... Será um tipo que só tem portugueses na família há várias gerações? Também não somos. Será que algum português pode sê-lo???

Nós somos raça rafeira. Eu, Gata Preta, sou. Orgulhosamente.

quinta-feira, junho 16, 2005

Estranhos Momentos


Foto: R. Doisneau Posted by Hello

Minhauuuu.... Já antes partilhei com vocês esta minha ideia de que os seres humanos adoram complicar. Ser directos também não é o seu forte. Muito menos, quando estão envolvidos sentimentos e / ou sexualidade. Eu pasmo perante estas coisas! Nós, gatos, resolvemos tudos com a fluência das coisas naturais e não lhes damos mais do que a importância que têm.
Os humanos, pobres coitados, vêem-se na circunstância de ter de andar a fazer um círculo de vários kms em redor para chegar ao fim a que se propuseram... Um enorme círculo de mentirada! FFFFFFFFF! ;)

Um jantarzinho, em casa. Ela (ou ele, porque não?) esforça-se por cozinhar uma coisa, exótica e charmant. O outro, à primeira garfada, quase tem um choque visceral, sempre odiou molhos, para mais sofre de colite e (ainda) não disse - estas coisas raramente se divulgam de início, ninguém quer estragar romances pensando nos intestinos! - diz, quase verde, "HUM, adoro este arroz indiano, tem o teu toque especial, eu nem na Índia comi arroz assim!"

E a conversa segue... "Tu jogas ténis? Eu ADORO ténis!" diz ela, que nunca percebeu nada daquilo dos 15-30-15-40 e não acha graça nenhuma às porcarias das lesões dos cotovelos de tenista.
"Eu adoro é os teus olhos. Muito, muito bonitos" diz ele e ela pensa "Uma cassete, isto é mesmo uma cassete, dirá o mesmo a todas ou só quando as quer meter no saco?" ( e este é o momento em que ela deve baixar os olhos, pois, voilá, nem seria de bom tom manter o olhar nem se saberia como... poça. Ao fim de tantos anos, ainda não se sabe como?)

Coitadinhos destes seres humanos, supostamente superiores. Andam tanto á roda que parecem cães tontos. MINHAUUUU FFFF! ....

terça-feira, junho 14, 2005

As Perguntas dos Putos# 3


Foto: Howard Schatz Posted by Hello

- E foram felizes durante pelo menos 100 anos. FIM.
- Hum... Avó, como é que sabemos que nós não somos personagens de um livro que alguém está a ler?
- ??? Que tolice a tua!
- Não, avó, a sério! A Bela Adormecida é uma personagem e agora ela acabou, porque fechaste o livro.
Como é que sabes que somos reais? Posso ser a personagem de alguém, não é? Vou acabar quando ela fechar o livro?
- Dou-te um beliscão, queres?
- Aiiiii !!!!
- Pronto, és real! Agora dorme.
- E se eu não acordar? Se fecharem o livro quando eu estiver a dormir?
- Era a tua sorte...
- Não percebi, avó.
- Pois não. Mais tarde é que vais perceber. Chut. Se não dormes ficas de castigo.
- Isso não tem lógica nenhuma.
- Pois não. Ninguém disse que as histórias tinham lógica. Até amanhã.

segunda-feira, junho 13, 2005

Um Poeta das Coisas Concretas

O SORRISO
Creio que foi o sorriso,
0 sorriso foi quem abriu a
porta.
Era um sorriso com
muita luz lá dentro,
apetecia
entrar nele, tirar a roupa,
ficar
nu dentro daquele
sorriso.
Correr, navegar, morrer
naquele sorriso.

Eugénio de Andrade

domingo, junho 12, 2005

Conversas que a Gata Preta ouve # 5

- Apetecem-me gambas fritas...
- Gambas fritas, queridinha??!! Mas são 1.30 da manhã!!
- Sim, mas nunca ouviste dizer que as grávidas têm desejos? Todas temos, é assim, apetece-me.
- Mas onde vou agora... ?! É que nem sei se há aqui, nem costumamos vir a este lugar, e agora também não vou pedir a estes senhores para me fritarem gambas a esta hora...
- E porque não? Explicas que a tua mulher está grávida de dois meses e pagas. Nada mais simples. Com dinheiro, tudo se faz.
- Ó querida, mas que ideias as tuas! A esta hora e neste lugar!
- É um bar, não é? Têm obrigação de ter! A uma grávida nada se recusa...Olha que fico mal-disposta! Olha que o nosso filho ainda nasce com defeito!
- Querida, vou ver o que posso fazer... Tem calma, amor, não te enerves.


(MINHAUUUUUFFFF, estas grávidas da ALTA !!! Como é que estas senhoras não hão-de ser a favor do Dia da Criança por Nascer? Pois é claro que são! Mas com certeza! ... FFFFF )

sábado, junho 11, 2005

Agatha Christie ou A Gata Cristina


a minha nova amiga... Foto: Hugo Posted by Hello

Essa ramelosa de olhos azuis foi encontrada pelo meu "dono" e como não estou NADA interessada em compartilhar o meu espaço (sim, sou muito territorial) com outra fêmea, ele ofereceu esse bicho de ... (2 meses talvez?) aos manos João e Hugo.

Um nome, um nome para essa mijona de primeira... para essa carente de atenção... para essa comilona adorável, essa mal-cheirosa empoada com ar de anjo que conquistou todos com o seu passo incerto...

Já tem!

Todos gostamos de histórias de mistério. O avô da minha"dona" sempre que via as séries velhinhas baseadas nos contos de Miss Marple da célebra Agatha Christie na TV, dizia para "pegar" com a neta e restante família:
- Já começou a série da Gata Cristina.

Assim, em homenagem ao saudoso brincalhão, os netos nomearam a gatinha.
Mais um gato! E vão 4. MinhauuuuFFF.

quinta-feira, junho 09, 2005

Mudar de Casa # 1

MinahuuuuFFFFFFFFF ! Todos sabem que mudar de casa é UM PESADELO para os gatos. Adoramos ter os nossos cantinhos definidos, com os nossos cheirinhos marcados, o cantinho onde bate o sol no jardim bem delineado, com a marca do nosso corpo na relva fofinha à nossa espera... Na casa nova, cheira tudo a tinta e um gato fica às aranhas (com perdão da expressão, que pode ofender outras espécies!) e tem um trabalhão para andar a marcar aquilo tudo e arranhar os sofás e tal... Bom, vocês sabem.
Mas os meus "donos" (coitados, insistem em pensar que são) vão mesmo mudar. FFFFFFFFFFFF! Bandidos, traidores, de quem me vingarei, estragando-lhes o bom do puff e das cortinas. Estão em processo de mudança, o que é ainda mais chato.
Ontem, eram as luzes que não funcionavam. Chamou-se o electricista, um tipo extraordinário, que falava pouquíssimo. Na verdade, dizia "Hum hum" em vários tons, e deduzíamos o que daí adviesse. Era português, mas podia ser qualquer outra coisa (até gato), dada a fluência comunicativa entre falantes da mesma língua que houve por aqui.
O ajudante do electricista, por seu turno, era ucraniano. Falava mais português do que o electricista nacional, curiosamente. A minha "dona" (único ser humano em casa, o que decerto deve ter travado o electricista de se expressar, dado que os mecânicos, canalizadores e electricistas não gostam de falar com mulheres sobre questões técnicas, e jamais lhes diriam algo sobre o que estão a fazer às casas /carros delas) decidiu, por isso, explicar ao ajudante o que se passava:
- A luz pisca.
-Pisca? (muito solícito e simpático, mas convenhamos que piscar não é um verbo usual...)
-Sim, faz assim. (e ela começa a fazer uns trejeitos estranhos com os dedos e os olhos... )
- Ah, como a árvore de Natal! (diz o ucraniano; o que vale é que há árvores de Natal por lá).
- Sim, exactamente.
- Vai ficar boa. É um fio trocado.
- Hum hum. (diz o electricista português, que, finalmente, se mete na conversa.)
Estou mesmo a ver que, quando chegar a vez do canalizador, ele pergunta à minha "dona" : "Onde está o seu marido? A sra não vai perceber estas coisas dos canos. " Típico... FFFFFFFFFFFFFFFFFF!

quarta-feira, junho 08, 2005

E a "dona" do Einstein é esta doida...





Que personagem do Seinfeld é você?
Trazido a você por Soul Fire

segunda-feira, junho 06, 2005

Isto não é nada bom...


www.similarminds.com/cgi-bin/leader/pl


Como será uma Gata Preta com o cabelo do Einstein?

domingo, junho 05, 2005

To Joshua # 2


Cyclone Ingrid in Australia Posted by Hello


" - Yesterday , I saw God.

- What did he look like?

- Well, in the afternoon I climbed up a ladder - he has a cheap cabin in the country, like Monroe, N.Y. the chicken farms in the wood. He was a lonely old man with a white beard.

I cooked supper for him. I made him a nice supper--lentil soup, vegetable­s, bread & butter—miltz—he sat down at the table and ate, he was sad.

I told him, Look at all those fightings and killings down there, What's the matter? Why don't you put a stop to it?

'I try', he said--That's all he could do, he looked tired. He's a bachelor so long, and he likes lentil soup.'"



Allen Ginsberg

sexta-feira, junho 03, 2005

Conversas que a Gata Preta ouve #4


wildlife photos on the net wb Posted by Hello

- Feliz aniversário, tia! Então, 50 aninhos, ahn?
- E porque é que me estás a desejar um aniversário feliz? Como é que pode ser feliz se faço 50?
- Ó tia... Então? Está na meia-idade, é bonito!
-Mas qual meia idade?! Meia-idade era se eu vivesse até aos 100! Achas que vou chegar aos 100? E, por acaso, a esperança média de vida é até aos 100? E, caso fosse, pensas que eu queria lá chegar, toda caquética e esquecida de tudo, e até de mim própria, sem força nos músculos nem para carregar a bengalinha?
- Acho que a tia está a encarar mal os 50 anos...
- Não, parva... Os 50 é que me encaram mal a mim. Olho para o espelho e eles olham-me, os sacanas. E eu bem sei que tenho 28, como tu, que acabaste de os fazer...
- Pois. Olhe, tia, parabéns, ainda assim... Tenho de desligar. Beijinhos...

(para dentro)

- Acho que a tia tem um crise de meia-idade, sabes?
- Livra! É pior que a da adolescência...
- Pior porquê?
- Duh! Da outra, sais a pensar que ganhaste e dessa sais a ver que perdeste.
- Afinal, és um pessimista...
- E tu, uma gaja sem consideração pelas outras gajas. Então, tu telefonas a dar os parabéns a uma mulher para lhe lembrar que faz 50? !

quinta-feira, junho 02, 2005

Dias de...


bebé Pug Posted by Hello

Vocês já sabem que não concordo com "dias de"... Da Mãe, do Pai, da Mulher... Como se esses dias não fossem TODOS os dias do calendário! Que coisa ridícula e desprestigiante para a Mãe, o Pai, a Mulher, etc dizer que só -hoje- é- que- é -o- teu- dia- toma- lá- esta- florzinha- e- não- me -chateies -o --resto- do- ano-porque-estou-me-nas-tintas (e a propósito, se há o dia da Mulher, porque é que não há o do Homem? Porque do Homem são todos os outros, diz o nosso vizinho!... Isto é para que vejam que quem inventou estes dias merecia nunca mais comer atum! MINHAUUUUFFFF).
Pois e também há o Dia do Animal (não, filha, não é o do teu namorado, é mesmo o do ANIMAL, como eu, Gata Pug), que é a 4 de Outubro, mas eu gostava de falar do da Criança que foi ontem. E não falei ontem porque não quis e para mim pode ser hoje, ok? FFFFFFFFFFFF!
Essa feia ramelosa aí em cima sou eu em bebé. Livrem-se do estigma de que todas as bebés são lindas. AH AH AH! Na verdade, quase todas são para lá de feias, e os pais têm de engolir em seco e fingir que as acham muito bonitas quando as mães embevecidas dizem "Tão linda a nossa filha!" (As mães não iam dizer que o que carregaram e enjoaram nove meses é uma feiúra que só visto, se bem que a minha até disse...mas, sendo gata, tem desculpa!)
Depois, também nem todas as crianças são anjos. Eu, por exemplo, era inocente - claro - mas não era boazinha. Mas também não vale pensarem que eu era um diabinho... Aliás, os putos são, regra geral, travessos e ingénuos.
Bom, mas não me vou pôr a desmistificar conceitos. Vou é apanhar banhos de lua. Minhauuuuuu...