.comment-link {margin-left:.6em;}

quinta-feira, agosto 31, 2006

As Conversas dos Putos # 12


Mãe: Pronto, está tudo pronto, já podemos almoçar!
Convidados: Ah, que bom aspecto, vê-se que foi supervisionado pelo bom gosto da flor desta casa!
(outros cumprimentos no estilo, outros "vinhos do Porto" derramados antes de, finalmente, se sentarem...)
Pai: Aqui em casa, temos o hábito de dizer graças antes de começar a comer. Como hoje é um dia especial, vai ser a nossa Isabelinha a dizer graças a Deus pela nossa refeição!
Isabel (envergonhada, no seu vestidinho de folhos e nos sapatinhos apertados de velha): Ó pai, mas eu não sei dizer isso!
Pai: Isabelinha, não tem nada que saber, a menina diz o que ouve dizer a sua mãe!
Isabel (com os olhinhos muito abertos, repete, como um papagaio): Ó meu Deus, porque é que convidei esta gente toda para almoçar?



Foto: La leçon dificille, Bougereau.

Parece anedota, mas não foi... :) E se deixássemos estas anglo-saxonices de lado? Só ficava bem...

terça-feira, agosto 29, 2006

O "Chef" e a Mulher-a-Dias...


- Amor, quem é que te adora e faz tudo, tudo a pensar em ti?!... Hum, não imaginas o que fiz hoje só para a minha mulherzinha linda!
- Não imagino, não...
- O almoço, o almoço. Uma especialidade! Uma coisa elaborada, que sei que vais gostar. Vamos comer agora, porque agora é que está quentinha.
-Hum! Está boa, está.
- Gostas? Já sabia que ias gostar! Deu-me um trabalhão!
- Obrigada!
(beijinhos, beijinhos com comida à mistura... melices, blargh!)
- Ah, amor... Antes que me esqueça. Houve um pequeno acidente na cozinha. Uma coisa de nada, só te digo para que não te assustes depois quando fores lá ver aquilo. Quando limpares, és capaz de achar que está um bocadinho sujo demais. Mas isto, não se fazem especialidades destas sem sujar, certo?
- O que foi que aconteceu na cozinha?
- Nada. Nada de especial. Depois vês. Uma coisa sem importância.
.......
Mais tarde, entretida (porque a limpeza é um entretenimento feminino a que toda a mulher se dedica com prazer, ao passo que o almoço feito pelo macho é uma dádiva especial pela qual deve a moça ficar grata e surpreendida!) na limpeza do fogão e demais áreas adjacentes, ela descobre gordura nas paredes, bocados de comida no lava-loiças, gotas de óleo em sítios inimagináveis.

Assim... Há um artista que pinta e uma gaja que limpa o pincel.

Foto: Salada de queijo russa, Caiê. (obrigada à Natasha pela foto e Feliz Dia!)

domingo, agosto 27, 2006

Conversas que a Gata Preta Ouve # 22 ou "Foi bom, mas..."

- Então, como foi isso?
- Nem te sei dizer! Ele disse-me: "Não leves isto muito a peito. A verdade é que a nossa relação foi óptima, muito boa, adorei estar contigo enquanto durou, mas agora... acabou!"
- Ah!... Percebo. E tu, como te sentes?
- Como um gelado de chocolate ou um prato de massa italiana.
-AHN?!?!!
- A comida, entendes, é assim qualquer coisa fascinante e deliciosa. Muito boa e tal, uma pessoa degusta aquilo até ao fim, e depois, acabou quando se rapa o prato. Além disso, após passar por uma data de processos já todos quimicamente estudados, a deliciosa comida transforma-se em bolo alimentar, quimo, quilo...
- ...
- Ó querida, todos sabemos que a mais fantástica comida acaba sempre em merda!


Foto: Paws for dancers em www.dancer.com porque toda a bailarina anda por cima de ovos com instinto felino.... ah poizé!

sexta-feira, agosto 25, 2006

Filosofias # 8

Minhauuufffff!
A Gata Preta tem a declarar que os seres humanos já não sabem como é que é. Que saudades de uma boa briga, com argumentos todos ali em cima da mesa, garras afiadas e coragem. Agora há uma falta de tomates impressionante... Tudo com a cauda entre as pernas. Dizem "ok". Dizem "falamos no msn". No msn, pelos deuses!!! AH AH AH! Do mesmo modo, o pessoal humanóide (que nem humanos merecem ser chamados) já não sabe divertir-se... Debica pastelinho e rissol em cocktails, e preocupa-se se levou a roupa certa. Triste. A falta que se sente de uma festa em que não há coscuvilhice e salto alto (e gravata, ai, a gravata!...). Finalmente, as pessoas têm um medo incrível de demonstrações de afecto: beijo na boca no meio da rua qualquer dia é crime. Beijo a sério, demorado, tudo a que eu tenho direito. Incomoda a vizinha? Azar. Aposto que vai dar direito a multa muito em breve...
Vivemos num monocórdico mundo, onde o máximo é ter dinheiro para ir ao cabeleireiro da moda e comprar os jornais estrangeiros que se fingem ler, mas, na verdade, não se sabe bem aquela língua... ;) FFFFFFFFFF.


PsTTTTT da "dona" --- Tédio. Eu prevejo tédio. Pug, vais ficar sem amigos, se continuas assim a fugir à civilização. Mas, também, é certo que quem perde um amigo é porque nunca o teve... ;) :)

O Pássaro Rebelde e a Serpente Cativa


L'amour est un oiseau rebelle
que nul ne peut apprivoiser,
et c'est bien en vain qu'on l'appelle, s'il lui convient de refuser.
Rien n'y fait, menace ou prière,
l'un parle bien, l'autre se tait:
Et c'est l'autre que je préfère,il n'a rien dit mais il me plaît!
L'amour! l'amour! l'amour! l'amour!

L'amour est enfant de Bohême,
il n'a jamais, jamais connu de loi;
si tu ne m'aimes pas, je t'aime;
si je t'aime, prends garde à toi!

L'oiseau que tu croyais surprendre
battit de l'aile et s'envola ...
l'amour est loin, tu peux l'attendre;
tu ne l'attends plus, il est là!
Tout autour de toi, vite, vite,
il vient, s'en va, puis il revient ...
tu crois le tenir, il t'évite, tu crois l'éviter, il te tient.
L'amour! l'amour! l'amour!

Carmen- Bizet

Foto: A medusa? Não, um dia de vento nos Capelinhos... Caiê

terça-feira, agosto 22, 2006

Deixa-me uma carta escrita numa pedrinha no cais...

She said to me - they were nearly the last words I heard from her before she came dripping into the hall from her assignation - "you needn't be so scared. Love doesn't end. Just because we don't see each other..."
She had already made her decision, though I didn't know it till the next day, when the telephone presented nothing but the silent open mouth of someone found dead. She said "My dear, my dear. People go on loving God, don't they, all their lives, without seing Him?"
"That's not our kind of Love".
"I sometimes don't believe there's any other kind."
(...)
"You needn't be so scared", she said, "love doesn't end", and nearly two years passed before that meeting in the hall and "You?"

Graham Greene, The End of the Affair

sábado, agosto 19, 2006

Telegrama


Meu amor,

não há pachorra para este mundo dos humanos. Até...


Foto:Pug à janela, Caiê

quinta-feira, agosto 17, 2006

E no fundo da garrafa, resta isto...















"O meu coração ateu
Quase acreditou
Na tua mão que não passou de um leve adeus
Breve pássaro pousado
em minha mão,
Bateu asas e voou...
Meu coração, por certo tempo, passeou
Na madrugada procurando um jardim,
Flor amarela, flor de uma longa espera...
Logo, meu coração ateu.
Se falo em mim e não em ti, é que, nesse momento,
Já me despedi.
Meu coração ateu não chora e não lembra,
Parte, vai-se embora."

Foto: Jac. (thanks!)

domingo, agosto 13, 2006

Parte 2




Espreitando por cima do ombro do meu DJ preferido para a pista de dança lá em baixo, sentia o ritmo ensurdecedor e mais nada, mais nada ("ouvia" não é o verbo certo). De vez em quando, restolhava algo - isto é, afinal de contas, uma casa muito velha (ou sou eu que tenho a sensibilidade muito acesa?). Nos intervalos (nos intervalos de quê?), ele puxa-me o braço e pisca-me o olho.

De repente, vira-se para trás. Vai dizer-me qualquer coisa. Estou em suspenso, à espera de uma frase qualquer de envolvência musical apurada. Sai isto, de rajada:

"Aguenta aí o som, mana, que estou aflito para ir mijar!"

(... e pronto! Conheço-o há mais de 18 anos e ainda me surpreende!... mas nunca me aborrece, é um facto! ... )

Foto: O meu DJ preferido, Caiê

sábado, agosto 12, 2006

Estranhos Momentos # 9

Não sei se mais farta de conversas filosófico-literárias ou de noites em discotecas, tum-tum-tum, o que será pior, tudo isso são formas de enganar a mesma coisa, tudo isso a mais pirosa maneira de fingirmos que não estamos sozinhos e todos têm uma palavra sábia a dizer sobre a vida ou um trejeito sexy de a tornear. Tá bem, abelha.
Entretanto, um ex-aspirante a padre estava outro dia na discoteca e vai daí miei-lhe:
-Então não encontraste D-us no seminário e agoras vens procurá-lo aqui?!
E ri-me, convencida que estava a dizer uma grande coisa (eu, às vezes, penso que sou boa com as palavras, depois de três runs).
Ele respondeu:
- Ele não está em lado nenhum. Não te canses, que sei que também andas como uma alma perdida, à procura da mão aberta.
E assim me senti como aquelas mulheres que se vestem de branco e depois na pista com aquelas estuporadas luzes se dão conta que estão como nuas... Malditos néons, maldito rum e maldita branca que me deu. Já aqui vão 3 blasfémias! "Estamos todos afásicos..."

quarta-feira, agosto 09, 2006

Suivez les solitaires! ;)



Foto: Arrivé les Açores Soitec, Stéphanie Gaspari

Para seguir TUDO sobre a regata Les Sables- Les Açores- Les Sables (de momento, a repousar na Horta...) , cliquem aqui: http://www.lessables-lesacores.com/

terça-feira, agosto 08, 2006

As Conversas dos Putos # 11



- É fisicamente impossível uma baleia engolir um humano!

- Esperem lá, pá! Há aquela história do Jonas, que foi engolido por uma baleia.

- Que história é essa?

- É uma que ouvi o Padre contar; parece que está na Bíblia.

- Só um tótó como tu para acreditar nisso. Não vês que são cenas que se contam?! Nada do que está na Bíblia é realmente verdade, tolo! Já te disse que não é possível uma baleia engolir um humano!

- Tá bem. Eu quando chegar ao céu, pergunto pelo Jonas e vou esclarecer esta trama toda com ele.

- E se o Jonas tiver ido para o inferno?

- Epá, nesse caso perguntas-lhe tu!

Foto: Putos na marina da Horta, Caiê.

sexta-feira, agosto 04, 2006

Semana do Mar! :)


Hoje já mexe a Semana do Mar!
Para darem uma espreitadela ao que se vai passar, vão aqui:http://www.cmhorta.pt/default.aspx

Foto: Noite no Peter Café Sport, Caiê.

terça-feira, agosto 01, 2006

Conversas que a Gata Preta Ouve # 21 ou Que Quer Ela Desta Vida...



- Mas, afinal, que queres tu da vida?

- Parece-me que esta conversa é um grande dejá vu...

- Não interessa, o que interessa é que não podes mudar de ideias como o vento muda de direcção!

- Ah, o vento pode, mas eu não! E, no entanto, este velame todo anda guiado pelo vento. Que homens contraditórios, estes velejadores! Ou gostam do perigo?

- Estávamos a falar de ti...

-Eu já disse o que quero da vida.

- Eu queria saber o que queres numa pura perspectiva egoísta.

- Ah! Só para mim? Ena! Nunca pensei nisso! Só para mim... Quero da vida... Quero da vida... Quero da vida uma cama com lençóis lavados, um banho quente com espuma e um pacote de bolachas de chocolate!!!

- ...

- É isso mesmo que quero!

- Ok. As bolachas podem ser Chips Ahoy?

Foto: Canal Faial-Pico e baleeira, Caiê.

Mais um insight... ;)

Your true color is Green!

You're green, the color of growth and vigor. Good-hearted and giving, you have a knack for finding and bringing out the best in people. Green is the most down-to-earth color in the spectrum — reliable and trustworthy. People know they can count on you to be around in times of need, since your concern for people is genuine and sincere. You take pride in being a good friend. For you, success is measured in terms of personal achievement and growth, not by status or position. Rare as emeralds, greens are wonderful, natural people. It truly is your color!


http://web.tickle.com/color/