.comment-link {margin-left:.6em;}

domingo, setembro 30, 2007

Auguri # 2











A Gata saúda a abertura do novo ano escolar. Minhauuuuffff.

sábado, setembro 29, 2007

Nancy, on se rappelle de toi



Noutro dia, vimos aqui alguém que era tal e qual a nossa ex-vizinha Nancy (também me ocorreu que Nancy em Nancy seria muito giro, embora, talvez, demasiado óbvio...).
Isto levou a que nos lembrássemos dela e de como era gentil, calorosa, sempre pronta a dar de si e muito preocupada com o facto de que pudessemos, porventura, ouvir o que se passava no apartamento dela. Perguntou-nos muitas vezes se era possível ouvir de um lado para o outro. Dissemos sempre que não. Como poderíamos dizer que sim a uma alma tão doce e tão boa?
A verdade é que se ouvia tudo, desde as zangas violentíssimas, com direito a pancada, às pazes não menos furiosas, com direito a amor. Ouvia-se mesmo os solavancos da máquina de lavar, se calhava estar demasiado cheia. Ouvia-se a Nancy cantar e ouvia-se alguém ressonar.
O que me faz supor que a Nancy também nos ouvia.
Ah, a promiscuidade dos apartamentos baratos.

Foto: Hugo Dias

terça-feira, setembro 25, 2007

Conversas que a Gata Preta Ouve # 38


"Ah, o melhor momento em qualquer viagem é mesmo a chegada" disse o capitão.
"A chegada a casa?" perguntou a rapariga, tirando um casaco da cabine, porque a diferença de temperatura era notável. Sim, estes mares eram, subitamente, outros.
"Uma coisa que deves aprender" disse o capitão, muito pragmático "é esta: nós não temos casa. Carregamo-la como o caracol."
"Não estou certa de isso ser muito bom..." fungou a rapariga, um pouco constipada.
"É infinitamente melhor do que ser lesma." disse o capitão, e ele tinha sempre a última palavra, claro.
Foto: LR.

sábado, setembro 15, 2007

Estranhos Momentos # 15


Estranho é dizer adeus sem vontade de dizer, mas, ao mesmo tempo sentir o ímpeto de começar uma vida nova. Os bichos são seres estranhos. Os humanos serão, com certeza, muito mais pragmáticos e eficientes (e-fi-ci-en-tes. se-nhor-ro-bo-t. ).
Ah! A propósito. Vamos para mar alto e para um sítio completamente diferente. Calculamos dez dias de navegação. Mas o vento é quem vai dizer, portanto... até... ao meu regresso.
Foto: E. Bally.

sexta-feira, setembro 14, 2007

Two for the Road


- I will always, always, always love you. No matter what!!!
- No matter what??
- ... Except if I catch you!
- Well, if you catch me, you can keep me.


Two for the Road, a 1967 movie by Stanley Donen with Audrey Hepburn and Albert Finney.

The ten-year marriage of Mark and Joanna Wallace is on the rocks. In flashback they recall their first meeting, memorable moments in their courtship and early wedded life, their travels through Europe, their broken vow never to have children, and their increasing tensions that led to both of them having extra-marital affairs. But... they've made something wonderful out of being alive!

Happy 14th of September! :)

quarta-feira, setembro 12, 2007

A Gata Responde

Este blog, dentro da sua vocação de serviço público, decidiu responder a algumas das prementes questões que, ultimamente, os seus leitores têm feito.

Q: "É possível navegar com gatos?"

A: Claro que sim. E com cães também. Com papagaios já não sei, malgré a ficção hollywoodesca, pois nunca tive essa experiência e só falo do que já experimentei na vida.

Q: "E como se resolve aquela questão das necessidades fisiológicas dos gatos?"

A: No mar. Quero dizer, os gatos fazem as suas necessidades borda fora.

Q: "Ugh! Isso não é um nojo muito grande? Nunca mais pensarei o mesmo quando for à praia!!!"

A: Mas onde pensam vocês, caros iluminados, que vão dar os esgotos das vossas casas de banho? Ao mar, seguramente.

Q: "Mudemos de assunto. Os gatos não enjoam?"

A: A possibilidade existe. Alguns dão-se bem no mar e outros não. De resto, depende do estado do ilusionista. Tal qual como as pessoas.

Q: "Não é complicado navegar com gatos?"

A: Complicado é navegar com alguém de quem não gostas. Não há como fugir uns dos outros num espaço de metros.

MinhauuuuuFFFF.

segunda-feira, setembro 10, 2007

Parabéns, Capt. !!!


A Pug aproveita para mandar uma data de minhaus de parabéns ao Capitão no seu aniversário.
(Claro que os turistas americanos tinham de estragar a festa e dizer "Ah, que dia tão triste para fazer anos..." ao que nós respondemos que o Capitão JÁ fazia anos antes do ataque às Torres e que o mundo todo não tem de chorar eternamente a desgraça deles, com o devido respeito, ou teríamos de chorar o Holocausto, as Guerras Mundiais, Hiroshima, Sarajevo e outras desgraças todos os anos...)
Happy Birthday, Luv, and many happy years to come. MinhauuuuuFFFFFF.
Foto: Ermoupoli, by G.

sexta-feira, setembro 07, 2007

Estranhos Momentos # 14


O mais perturbador é que embora este mar continue a ser o mesmo, estes ventos continuem a ser tão fortes como dantes, as ilhas perderam-se. Há 5 anos e meio atrás eram encantadoras. Hoje, muitas delas são hiper turísticas e boa parte do que tinham de intrinsecamente característico desapareceu na ânsia de agradar aos turistas, no ímpeto de cativar as massas. É raro encontrar hoje a musiquinha tradicional nas tabernas, as velhinhas nas encostas, os gatinhos preguiçosos nas ruas. Foram substituídos por DJ's nas praias às cinco da manhã, raparigas de várias nacionalidades em férias de finalistas desejosas de perder a virgindade e dos gatos nem traço. Lamentável.

Foto: Pelicano em Mykonos, G. (e como isto se tornou perigoso para os gatos, meu Deus!!!)

terça-feira, setembro 04, 2007

Notícias


A primeira coisa que a Pug tem a dizer sobre a sua vida a bordo deste veleiro no mar Egeu é que os humanos têm muita dificuldade em livrar-se da merda que fazem!
Foto: Caiê, e isto é o que ela lê toda a santa manhã!
Claro que as notícias da Caiê são muito mais instrutivas.